Arquivo da categoria: Volta às aulas

Projeto Volta às Aulas

Objetivos:

 

  • Conhecer o espaço físico da escola, suas dependências e funcionários;
  • Participar de atividades lúdicas de conhecimento dos espaços e pessoas;
  • Compartilhar os momentos vividos durante as férias com os amigos e professores;
  • Expressar-se sobre o que gostaria que fosse diferente neste ano letivo;
  • Conhecer a escola como um ambiente onde todos têm algo a oferecer;
  • Despertar o gosto pela escola e pela freqüência às aulas;
  • Ter ciência dos novos horários, projetos, festas e calendário para o novo ano letivo;
  • Refletir sobre a importância de ser responsável e ter compromisso, firmando metas para o ano letivo que se inicia;
  • Traçar objetivos de estudo e conhecer a importância de separar horários de estudo em casa;
  • Assistir a palestra, junto com os responsáveis, sobre calendário, horário e assuntos afins para o novo ano que se inicia;
  • Conhecer os direitos e deveres de alunos, professores e demais funcionários da escola.

Segunda-feira:


– Acolhida e apresentação da professora e dos alunos.

-Seguindo horário estabelecido, cada professor deve levar sua turma a passear pela escola, com o fim de conhecerem as dependências e tirarem dúvidas. Há alunos antigos que já a conhecem, mas há os alunos novos, que ainda precisarão se adaptar. Portanto, este momento é fundamental.
– Conhecendo a Sala de aula, a professora e os colegas.

Sugestões:
– Confecção do crachá de identificação dos alunos, para as classes de Alfabetização;

-Confecção do mural de direitos e deveres;

-Redação sobre as férias, ilustração sobre as férias ou, inovando, criar um gibi das férias, com quadrinhos e balões ilustrados que representem o que o aluno fez nas férias;

-Avaliando o ano que se passou: como você foi enquanto aluno, no ano anterior? Que mudanças gostaria de realizar para o ano que se inicia? O que acha que precisa mudar?

-Dinâmicas de grupo para socialização, entrosamento etc.

-Apresentação dos horários para o ano que se inicia, calendário de festas, projetos, reuniões, requisitos para provas, uniformes etc.

 

– Atividades diversificadas:

Modelagem com massinha; Jogos de encaixe; Construção com blocos de madeira; Desenho livre com giz de cera; Caixa de brinquedos; Casinha da boneca, construção da primeira página do caderno de comunicados, recebimento de materiais com anotações, música com interpretação (esse ano quero paz no meu coração… Quero um amor maior, amor maior que eu… etc), Confecção de mural volta às aulas, enfeitar a sala de aula para o novo ano letivo, etc.

-Obs: O professor pode iniciar tarefas de sondagem da turma, como: escrita do nome, criar um texto a partir de gravura, criar frases, ditado de letras, letras móveis para montar palavras, etc.

– Aprendendo as músicas da rotina.
– Avaliação do dia e preparação para a saída.

-Levar o bilhete avisando aos responsáveis sobre a reunião no dia seguinte.

– As classes de Ed. infantil levarão para casa as lembrancinhas confeccionadas pelo professor (pode ser confeccionada junto com a turma neste primeiro dia) pode ser uma viseira, um lápis-lembrança, marcador delivros, porta-lápis, gravata etc.

Terça-feira:
– Acolhida e apresentação da professora e dos alunos.
– Reunião com os responsáveis e entrevista para preenchimento da ficha de entrevista da Educação Infantil.
– Conhecendo a escola: o banheiro, o refeitório e a direção. Os responsáveis podem passear pela escola e conhecer suas dependências, junto com os coordenadores.
-Organização dos cadernos para o novo ano! Vamos colar a capa de cada caderno? Ilustrar, colorir, etc.

-Iniciando a sondagem de matemática através de cálculos concretos utilizando objetos e posteriores anotações. Para as turmas de maior faixa etária, iniciar com cálculos e situações problemáticas.

-Música do dia, dinâmica de grupo, jogos lúdicos;

– Avaliação do dia e preparação para a saída

Quarta-feira:
– Atividades iniciais de rotina: Rodinha – Bom dia; observação do tempo; Calendário; Oração; Chamadinha; Hora da Novidade; Planejamento do dia
– Brincadeira do chapéu para fixação do nome dos alunos.

– A partir de uma escala, todas as turmas assistirão a um vídeo e posteriormente farão ilustração ou redação sobre o mesmo. Sugestão: Tapete vermelho ( Um pai do interior sonha em levar seu filho ao cinema e para realizar o sonho, passará por muitas aventuras. Pode ser desenho animado dependendo da faixa etária)
– Conversa sobre a escola, suas dependências e funções.
– Conhecendo a escola: o pátio, o parquinho e a sala de jogos.
– Roda de Leitura: A Turma na Escola.

– Continuação da sondagem inicial com anotações para avaliação da turma;

_Confeccionando o mural de volta as aulas;

-Pesquisando sobre o Carnaval, confeccionando cartazes;

– Atividades diversificadas: Modelagem com massinha; Jogos de encaixe; Construção com blocos de madeira; Desenho livre com giz de cera; Caixa de brinquedos; Casinha da boneca.
– Avaliação do dia e preparação para a saída.

Quinta-feira:
– Atividades iniciais de rotina: Rodinha – Bom dia; observação do tempo; Calendário; Oração; Chamadinha; Hora da Novidade; Planejamento do dia.
– Roda de Leitura: A Escola do Marcelo.
– Visita às dependências da Escola.

-Lanche festivo ou piquenique organizado por turma;

– Educação Física ou recreação para todas as turmas;

– Exposição dos materiais criados sobre volta às aulas, inclusive os gibis, que ficarão expostos;

-Dinâmicas, jogos, atividades de revisão, sondagem, fixação;

– Conversa sobre a visita à Escola, sobre os funcionários …
– Música: A minha escola
– Atividades diversificadas: Desenho da Escola com giz de cera; Modelagem; Jogos de encaixe; Construção com blocos de madeira…
– Avaliação do dia e preparação para a saída.

Sexta-feira:
– Atividades iniciais de rotina: Rodinha – Bom dia; observação do tempo; Calendário; Oração; Chamadinha; Hora da Novidade; Planejamento do dia.
– Roda de Leitura: Poesia Minha Escola.
– Trabalhando a palavra ESCOLA (identificação e letra inicial).

– Trabalhando as letras do alfabeto;

– Confeccionando cartazes do alfabeto para a sala;

– Criando textos;

_ Início das atividades de Para Casa;

– Caracterização de uma escola de samba (montagem de bandinha, bloco carnavalesco, máscaras, fantasias e desfile)
– Pintura com giz de cera no relevo da Escola e colagem das janelas.
– Música: A minha escola
– Atividades diversificadas: Desenho da Escola com giz de cera; Modelagem; Jogos de encaixe; Construção com blocos de madeira…

 

 

Fonte: Espaço Educar

Poderá também gostar de:

 

Anúncios

Dicas do que fazer no primeiro dia de aula

 

 

 

Sabemos que a academia nos forma, porém a profissionalização mesmo só adquirimos com a prática, quem nunca se perguntou. “o que farei com os alunos no primeiro dia de aula?”
É um questionamento comum e quem entra na profissão de professor vai acabar passando por isso.
Reuni então algumas dicas para o primeiro dia de aula. Essas dicas servem bastante para o ensino fundamental, principalmente primeiro ano mas dá pra ser adaptada também para o ensino infantil.

 

 

Acolhimento dos alunos

Considerando as especificidades dos alunos do primeiro ano e as necessidades de aprendizagens, neste documento há algumas sugestões de atividades para os primeiros dias de aula. Cabe lembrar que muitas dessas atividades devem ser desenvolvidas diariamente no decorrer do ano letivo.

No momento em que as crianças chegarem, deverão ser recebidas por todos os professores do 1º ano. O importante é que haja uma interação entre os professores e os pais desses alunos, portanto, a escola deve estar toda preparada para recebê-los.

Os pais ou responsáveis devem ser orientados a acompanhar os filhos até a entrada da sala de aula, onde o professor irá recebê-los. Em seguida, os pais devem ser encaminhados ao pátio da escola, para que, junto com os gestores, participem de uma apresentação da proposta de ensino, da rotina dos primeiros dias, do respeito às especificidades da faixa etária, do que as crianças irão aprender durante o ano (expectativas de aprendizagem), de como os pais podem ajudar nas tarefas dos filhos, bem como o desenvolvimento das atividades no decorrer do ano letivo.

Em sala de aula o professor organizará a turma para uma roda de conversa.

Roda de Conversa

Essa atividade permite aos alunos participarem de momentos de intercâmbio, ocasião em que ouvem os colegas, formulam perguntas e emitem opiniões sobre o tema discutido. Em situações como esta, em que as crianças são convidadas a relatar suas vivências, suas opiniões acerca de determinado tema ou assunto, suas impressões etc., elas são inseridas na linguagem oral, partilhando coletivamente os seus significados e apropriando-se dos significados do outro. Por meio da linguagem e da interação, as crianças podem ter acesso a outras realidades. Cabe ao professor estimular seus alunos a esse intercâmbio, considerando que a “conversa” deva ser vista como um conteúdo a ser trabalhado em sala.

Na roda de conversa, o professor, em primeiro lugar, deve contextualizar o motivo da atividade, visto que este seja o primeiro contato que ocorrerá na condição de alunos e professor. Cabe ao professor apresentar-se, pois isso servirá de modelo para que as crianças, posteriormente, sejam convidadas a falar de suas vidas como, por exemplo: Quem é? O que gosta de fazer quando não está na escola? Frequentou a pré-escola? Quais são os pratos ou comidas preferidas? De que brincadeiras gostam? Estas e outras perguntas afins podem fazer parte desta roda de conversa.

Turismo pela escola

É uma atividade que tem por finalidade apresentar os vários ambientes da escola, favorecendo o conhecimento de todos os espaços, sua utilização, bem como a apresentação dos funcionários e suas respectivas funções. Esse é um ótimo momento para integrar os alunos que estão frequentando pela primeira vez a escola.

O importante, nesta atividade, é que o professor explore os espaços que os alunos começarão a frequentar. Entretanto alguns desses espaços devem ser sondados mais atentamente, como, por exemplo, o espaço de leitura da escola, que precisa ser apresentado como um local nobre que os alunos poderão utilizar sempre que necessitarem. Além disso, é importante reiterar que algumas aulas poderão ser ministradas nesse espaço.

 

A avaliação diagnóstica inicial constitui-se em instrumento imprescindível ao planejamento pedagógico, pois oferece condições para que os docentes conheçam o perfil de seus alunos e reflitam sobre seus saberes e não saberes, direcionando seu trabalho em sala de aula. Contudo, para que esta avaliação cumpra seus objetivos, é fundamental que seja realizada de forma criteriosa. Assim, no início do ano letivo, os diferentes atores envolvidos no processo de ensino e de aprendizagem, professores coordenadores das Unidades Escolares e professores, precisam incluir nos espaços de formação e de trocas de experiências, que são momentos significativos de discussão sobre como avaliar a aquisição do sistema de escrita e a competência leitora e escritora de seus alunos, bem como os conhecimentos matemáticos.

Nessa perspectiva, deve-se fazer uma avaliação diagnóstica dos alunos no que concerne à aquisição do sistema de escrita e da produção textual, pois convém que o educador examine o que os alunos já sabem, registrando suas observações, para poder planejar as primeiras intervenções.

Brincadeiras

As situações de brincadeira favorecem a interação, o movimento e autonomia entre as crianças. Quando participam de brincadeiras as crianças externam seus sentimentos e aprendem a se conhecer, em especial, quando interagem com os adultos e demais crianças. O contato com as regras da brincadeira permite que as crianças se apropriem de atitudes próprias do convívio coletivo.

 

Leitura e Escrita no Primeiro Ano

 

A alfabetização deixou de ser encarada como um momento estanque e passou a ser entendida como um processo, no qual o primeiro ano desempenha papel fundamental na aquisição da escrita e prática de leitura em atividades permanentes.

Nomes Próprios

Desde o primeiro dia, o professor pode explorar atividades de leitura e escrita dos nomes próprios, tendo como referência o nome das crianças. O importante é que os alunos tenham contato com a lista de nomes dos colegas da turma. Ela precisa ser preparada com antecedência pelo professor e afixada na parede da sala, acessível a todos.

 

A lista deve ser apresentada em ordem alfabética, em letra de forma maiúscula, pois este tipo de letra é a mais indicada para os alunos em processo de aquisição do sistema de escrita. Sua organização em ordem alfabética coloca muitas questões no momento em que os alunos são convidados a participar de leitura da lista, favorecendo um conflito cognitivo; principalmente, com nomes que começam com a mesma letra, pois terão de “afinar” suas estratégias de leitura como, por exemplo, comparar e analisar a última letra ou outras letras que diferenciem um nome de outro.

 

 

 

 

 

Fonte: Ensinar-Aprender

Volta Às Aulas: Modelo de Plano de Aula. Veja o Exemplo

Você começou a dar aulas agora e sua supervisora te pede o caderno de planos…
E agora? Como fazer o plano de aula?
Planejar é algo que dá trabalho, mas o que costumo dizer para as minhas professoras é que para quem não sabe para onde quer ir qualquer lugar serve.
Se você não planejar corre muito mais risco de falhar.
Então, mãos a obra! Não é nem um bicho de sete cabeças montar seus planos de aula, e vai te evitar uma série de aborrecimentos, e trazer qualidade a seu trabalho; com o tempo isso se torna parte de sua rotina.
Vai aí uma forcinha com este exemplo de plano de aula e as explicações de cada ítem.

  __________________________________________________________________________________  

1. TEMA (aqui você vai dar um nome a sua aula, relacionado a seu conteúdo)

Respeito à variação lingüística, português padrão e não padrão, tipos diferentes de fala.

 

2. OBJETIVOS (o que você pretende ensinar com esta aula)

  • Mostrar as diferentes formas de linguagens;
  • Trabalhar o respeito ao próximo;
  • Trabalhar a linguagem oral, atenção, confiança e a criatividade;
  • Desenvolver a motricidade fina;
  • Desenvolver a coordenação motora.

 

3. CONTEÚDOS (o conteúdo programático ligado ao planejamento escolar)

  • Linguagem
  • Coordenação Motora
  • Formação Humana

 

4. DURAÇÃO (quanto tempo será gasto)

A duração da aula será de 4 horas.

 

5. RECURSOS (quais materiais você vai uilizar)

Lápis de cor, lápis, borracha, TV e DVD, crachás de cartolina, revistas em quadrinho para a história.

 

6. METODOLOGIA (como será feito, passo a passo). Neste caso seria essa descrição:

6.1 Acolhimento

(Receba os alunos na porta com um beijo, e desejando boas vindas a todos. Por ser o primeiro dia de aula, coloque um crachá em cada criança para que eles se identifiquem melhor, e assimilem as iniciais do seu nome e dos colegas com o alfabeto)

 

6.2 Música de chegada ( aqui você pode apenas citar o nome da música).

 

Eu já cheguei, na sala já estou,

Sentados na cadeirinha, para aulinha começar,

Boa tarde coleguinhas,

Trá  lá lá lá lá,

Acabamos de chegar;

Trá lá lá lá lá;

Quem tiver coração triste, se alegre para cantar,

Nós viemos pra escola;

Nossa vida é cantar, hei!

 

6.3 Vídeo (nome do vídeo)

Logo após as crianças assistirem o vídeo com a música de Mara (Brasil, Brasil, Brasil), explique sobre as diferentes formas de linguagens, que variam de cidade para cidade, sobre as pessoas que falam de forma diferente, e que nem sempre está errado. Cite alguns nomes de frutas e legumes que são conhecidos em várias regiões com nomes diferentes. Ex: (Abóbora/gerimum/moranga),(mandioca/aipim), (mexerica/poncã/tangerina).

 

6.4 Rodinha

Sente com todos os alunos no chão, de preferência ao ar livre, para uma conversa sobre o vídeo, e fale sobre algumas pessoas que falam de forma diferente, e o que elas pensam sobre isso.

 

6.5 Intervalo e lanche para a educação infantil (15:00 às 15:30):

Leve as crianças para lavar as mãos para lanchar, em seguida leve para o pátio para brincarem, nesse momento é bom ficar de olho nas crianças, para não se machucarem. Assim que terminar o horário de recreio, leve-as para lavar as mãos novamente, e voltarem para a sala.

 

6.6 Momento calmaria

Logo após o intervalo, sente no centro da sala e conte uma história para as crianças, isso servirá para acalmá-los, depois de brincarem bastante no recreio. Uma sugestão pode ser uma história do Chico Bento, que conversa bem diferente, um inocente menino do campo, que fala errado (de acordo com a Gramática Normativa).

 

6.7 Atividade do agricultor

Peça às crianças que desenhem sementinhas, ajudando o agricultor a plantar.

 

6.8 Escovação

Às 16:30 leve as crianças para escovar os dentes. Ao retornar para a sala, cante uma música, cantando as crianças expressam grandes valores esquecidos e que precisam ser resgatados.

 

6.9 Despedida

(despeça das crianças com o mesmo carinho e atenção que foram recebidos na chegada, pois assim eles sentirão que são queridos e sentirá vontade de voltar no dia seguinte.)

 

7. AVALIAÇÃO (Todos devem ser avaliados como participantes, se a capacidade de comunicação foi ampliada, como reagiram às situações e aos desafios propostos, se interagiram com os colegas. Anote tudo o que as crianças falaram na roda de conversa, se foi satisfatório ou se terá que propor novas atividades e conversas sobre o assunto. Algumas dessas informações, poderá ser útil, para fazer anotações no portfólio das crianças.)